Artrose



Atualmente, o grande desafio da Medicina é que o aumento da expectativa de vida da população seja acompanhado de melhoria na qualidade. Não basta viver por mais anos, é importante garantir qualidade de vida às pessoas.


Sabemos que o processo de envelhecimento acomete sobremaneira o sistema músculo-esquelético, promovendo alterações na massa muscular, na mobilidade das articulações, na qualidade óssea e, consequentemente, na capacidade de movimento.






Vários fenômenos morfológicos, bioquímicos e imunológicos relacionados ao envelhecimento ocorrem na cartilagem articular e podem promover o aparecimento da osteoatrite, mais conhecida como artrose e que deve ser tratada, com a intenção de preservar a capacidade de movimento.









Alguns quadros de osteoatrite (artrose) apresentam uma tendência genética importante.

É o caso das asteoartrites nodais, onde as articulações dos dedos ficam alargadas e, por vezes, com desvios.



Resultado de imagem para artrite reumatoide




Os pés, os joelhos, as articulações do quadril e a coluna vertebral também podem ser acometidos.





Os novos conhecimentos adquiridos pelos reumatologistas podem auxiliar na luta pela preservação das funções do aparelho locomotor, contribuindo para a adequação social e econômica dessa população.




A preservação da mobilidade assegura liberdade em todas as idades.

Consulte o seu médico.


 

Procure o seu reumatologista e discuta essa ideia.




Compartilhe